Implantando o sistema Lean sem neuras

01.-Lean

Muitas pessoas, ao serem envolvidas nas atividades de melhoria de processos em uma transformação lean, acham que isso significa um “trabalho a mais” além do que elas já fazem no cotidiano dentro das empresas. Se isto é visto por eles como um “fardo”, provavelmente o sistema lean não florescerá nesse ambiente.

De acordo com o artigo do Vice-presidente do Lean Institute, Flávio Augusto Picchi, em geral, o problema começa no enfoque da administração que estabelece diretrizes e simplesmente empurram ferramentas como o Mapeamento do Fluxo do Valor (MFV). Sem dúvida trata-se de uma ferramenta espetacular que dá uma visão sistêmica, mas se os envolvidos não entenderem muito bem porque isso é importante para a empresa e para eles, acharão que é um peso adicional.

Outro problema que reforça esse sentimento de “peso”, ocorre quando algumas empresas, mesmo que de forma inconsciente, acabam reforçando a falsa dicotomia: hora de fazer meu trabalho versus hora de fazer melhoria.

Então, para evitar problemas, antes de tudo, o ideal é disseminar a cultura lean. Essa mudança deve ser estabelecida pela direção, ser comunicada para todas as áreas da empresa e mostrada como pode trazer melhorias para as atividades diárias de cada pessoa e para a corporação. A liderança, dando o exemplo e puxando as atividades de melhoria, tem muito mais chance de engajar as pessoas na busca dessas metas.

Se as formas de realizar a melhoria contínua estiverem devidamente estruturadas e incorporadas à rotina de trabalho, isso com certeza gerará nas pessoas orgulho, motivação e satisfação, e não o sentimento de um peso a ser carregado.

Fonte: Lean Institute

 

02.-Lean

 

 

FERRAMENTAS BÁSICAS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO LEAN

Para que a implementação do sistema lean seja realizada de maneira efetiva, reforçamos a ideia de que, tanto o líder quanto o colaborador, devem primeiramente mudar os seus pensamentos e acreditar nos excelentes resultados que esse método trarão para a empresa. Não é uma tarefa simples. Por isso que essa implementação deverá ser feita em conjunto. Será através da participação e colaboração de todos que o processo dará certo.

Mas, após esse passo de aceitação, quais ferramentas iniciais poderão ser utilizadas para alcançar determinadas efetividades?

Vamos citar três importantes:

Mapa de Fluxo de Valor

É através dessa ferramenta que se terá a representação dos fluxos de materiais e de informações. Os mapas evidenciarão os desperdícios e promoverão consensos sobre os focos de ação. Você pode iniciar os MFV com modelos pré prontos como esse abaixo (você pode adquirir essa solução aqui). Ou se você já tem um MFV mais desenvolvido na sua empresa, pode personalizar um modelo exclusivo aqui.

03.-Fluxo-de-valor

5 S’s

Baseando-se na organização, essa ferramenta foi criada com objetivo de melhorar as condições de trabalho tornando o ambiente muito mais agradável. Consequentemente, a produtividade torna-se bem maior. Saiba mais informações aqui ou adquira nosso KIT 5S’s.

04.-5s

Kanban

É a ferramenta que controla o sistema de abastecimento e de estoque através do uso de cartões. Eles determinam o lote de peças que deverá ser produzido por um determinado setor e a quantidade que será consumida por outro setor. Oferecemos vários modelos de quadros Kanban e acessórios para sua escolha, adquira o seu.

05.-Kanban