• Isoflex
  • Dicas
  • 6 práticas que vão transformar o jeito que você faz treinamentos

6 práticas que vão transformar o jeito que você faz treinamentos

Empresas competitivas pensam, acima de tudo, como um organismo só, prezando por equipes integradas, unidas por objetivos em comum e com um crescente sentimento de desenvolvimento coletivo. Sem dúvidas isso é algo que pode ser atribuído às melhores práticas de treinamento para funcionários, afinal, essa cultura permite a identificação de carências nas equipes e, consequentemente, soluções que vão tornar os seus funcionários mais preparados para qualquer tipo de imprevisto.

Por isso, preparamos este post que contém 6 dicas de treinamento para funcionários. Confira e aprenda a desenvolver a sua equipe com diversas técnicas, conceitos e também com modelos de gestão à vista!

 

6 dicas para treinamento de equipe

 

1. Dinâmicas de grupo

Se você ainda não sabe como elaborar um treinamento para funcionários, explore as vantagens das dinâmicas de grupo. Elas podem exercitar o trabalho em equipe, reafirmar a prática dos valores da empresa e promover  os objetivos do treinamento. 

2. Vídeos

Seja por meio de videoaulas, filmes ou mesmo tutoriais, os vídeos têm uma relevância importante no treinamento de funcionários, especialmente porque estamos falando de uma das mídias mais usadas atualmente. Eles podem ser facilmente adaptados ao programa de treinamento de funcionários da sua empresa, basta saber antecipadamente qual é a solução que se deseja obter por meio do treinamento.

3. Ferramentas de comunicação à distância

A distância pode se tornar irrelevante para você, que busca dicas de treinamento de funcionários, e acha que é um desafio reuni-los em um só lugar.

Hoje em dia, existem não apenas plataformas on-line de treinamento, mas também as ferramentas de comunicação à distância que, apostando em videoconferências, podem minimizar esse obstáculo para os seus colaboradores.

4. Palestras e workshops

Palestrantes e especialistas podem ser convidados para discursarem a respeito de um assunto específico que transmita o conhecimento necessário para os seus colaboradores. Inclusive, essa é uma boa maneira de agregar novas ideias aos funcionários, afinal de contas, alguém de fora pode contribuir com novidades e um frescor (na didática e no conteúdo, por exemplo) que facilite a absorção do conhecimento.

Além disso, as palestras não precisam ser necessariamente técnicas. Muitas vezes o caráter motivacional de uma apresentação, como depoimentos, testemunhos e histórias inspiradoras, por exemplo,  podem ser associadas dentro do contexto da sua empresa.

5. Gamificação

Imagine a possibilidade de construir um cenário lúdico, com regras, metas e recompensas a fim de alcançar um objetivo específico. Pois é, essa ideia divertida tem tudo a ver com a gamificação.

A ideia pega emprestado todo o conceito dos jogos de videogame, que tem seus desafios e recompensas para cada meta alcançada. Essa é uma boa ideia de treinamento para equipes, uma vez que agrega diversão, dificuldades motivadoras e a necessidade de trabalhar em conjunto, a fim de obter os prêmios finais dessa jornada. O interessante é que a gamificação pode ser implementada tanto em cenários reais como virtuais, sendo fácil de ser colocada  em prática na empresa.

Um exemplo desse tipo de ambientação é a Sala Obeya, um espaço que funciona com a proposta de aproximar em um único ambiente todos os profissionais envolvidos em alguma atividade ou processo, como uma grande “sala de guerra”, onde colaboração intensiva e procedimentada são pilares para o desenvolvimento de novas estratégias.
Portanto, podemos resumir o Obeya como um local que conecta “salas de reuniões” a “locais de produção e ação”.

 

Sala Obeya

Foto: Cliente Legrand

6. Flip Chart Portátil Isoflex

Por fim, podemos mostrar uma das grandes dicas para montar um treinamento para funcionários: o Flip Chart.

Essa ferramenta de gestão à vista é uma grande aliada dos treinamentos, e engloba grande parte das dicas acima. Ela facilita a visualização dos processos, sendo simples e fácil de levar para qualquer lugar. O Flip Chart pode ser usado em:

  • Treinamentos;
  • Avaliações de desempenho;
  • Reuniões;
  • Palestras;
  • Workshops;
  • Aulas.

Ou seja: em todas as situações que necessitem de uma explicação visual. E, para que você possa ter essa ferramenta de gestão visual sempre à mão, gostaríamos de apresentar o Flip Chart Isoflex!

O quadro flexível do Flip Chart da Isoflex é feito com um material plástico especial, que lhe confere uma característica única de flexibilidade. Além disso, é um produto leve e fácil de escrever e apagar. Destaque também para as ventosas de silicone para fixação em superfícies como o vidro, e também para a fita de suporte que acompanha o produto, possibilitando que você o pendure onde quiser!

Caso você ainda não conheça as vantagens em contar com um flip chart, seja para o dia a dia ou para montar um treinamento para funcionários, abaixo destacamos algumas delas. Confira:

  • O flip chart oferece praticidade de uso. Você pode mantê-lo em sua bolsa e desenrolá-lo quando houver a necessidade de utilização;
  • Ele é fácil de transportar, permitindo que você use-o tanto interna quanto externamente em reuniões ou treinamentos em outras localidades;
  • A reutilização é outro ponto positivo desse tipo de produto. Você consegue escrever e apagar instantaneamente, sem esforço ou dificuldades.

Vale reforçar também o quanto a qualidade da Isoflex é o diferencial desse produto, que pode te auxiliar muito nos treinamentos para funcionários, oferecendo qualidade, durabilidade e versatilidade. Esses pilares norteiam a Isoflex e seus produtos, e não é diferente com o quadro flexível Flip Chart. Se você vinha procurando dicas para treinamento de equipes, essa é, sem dúvidas, a nossa grande indicação!

 

Para que você tire as próprias conclusões a respeito da nossa indicação, aqui vai o nosso convite: acesse a nossa loja virtual e conheça todos os diferenciais do nosso flip chart portátil!