• Isoflex
  • Dicas
  • Melhore o processo de criação de produto com o quadro canvas

Melhore o processo de criação de produto com o quadro canvas

Empresas que buscam por um auxílio pontual na organização, eficácia e planejamento de novos modelos de negócios podem recorrer a uma série de metodologias. O ciclo PDCA e o 5W2H são dois deles, mas existem ferramentas de grande valor nesse sentido, como é o caso do quadro canvas (também conhecido como modelo de negócio canvas).

 

No processo de criação de um produto, o modelo canvas tem muito a agregar ao seu trabalho. E, neste post, vamos explicar detalhadamente como funciona. Confira!

O que é o quadro canvas?

Criado por Alexander Osterwalder, o quadro canvas tem se popularizado no mercado como uma diferenciada ferramenta de elaboração de modelos de negócios. É, portanto, um guia de grande valor para quem vai iniciar um negócio ou mesmo para organizar o processo de criação de produtos e organizar fluxos de trabalho já em andamento na sua empresa.

Para tanto, é formado o quadro canvas. Com ele, os empreendedores têm uma visão mais completa do seu negócio, e de maneira tão eficiente quanto simplificada: basta ter todas as informações desejadas distribuídas ao longo do quadro.

 

Para que serve o canvas?

Podendo fixar o quadro canvas na parede ou em um mural, cabe ao empreendedor organizar as informações no objeto a partir de nove fatores-chave para qualquer empresa. São eles:

  1. parcerias-chave;
  2. atividades-chave;
  3. recursos-chave;
  4. proposta de valor;
  5. relacionamento;
  6. canais;
  7. segmentos de clientes;
  8. estrutura de custos;
  9. fontes de renda.

Não se preocupe se isso tudo parecer confuso, a princípio. Após vermos os benefícios da ferramenta, vamos explicar melhor como funciona o quadro canvas.

 

Quais são os benefícios em adotar o modelo de negócios canvas?

 

Como já destacamos, o benefício imediato é a organização das informações e o controle de tudo o que está sendo feito a partir da visualização de ações. Entretanto, vale ainda destacar outros pontos positivos e que beneficiam o desenvolvimento da sua empresa, seja no processo de criação de produtos ou para alavancar outros setores do seu negócio. Veja só quais são!

  • Segmentação de clientes

Isso é de grande importância para que o seu empreendimento se sobressaia, diante da concorrência, e consiga se apresentar como referência no seu próprio segmento. Afinal de contas, segmentar e conhecer o seu cliente fazem com que você entenda, de fato, as dores do consumidor. E o quadro canvas pode ser usado também para isso, melhorando as abordagens com o seu consumidor ideal.

  • Análise estratégica

Destacar os dados relativos a cada elemento do quadro canvas faz com que você tenha uma visão estratégica dos negócios. Por consequência, toma decisões melhores e mais rápidas independentemente de qual seja o objetivo ao usar essa ferramenta.

  • Otimização do fluxo de trabalho

Avaliar todos os fatores também faz com que toda a empresa entenda o seu próprio mecanismo de funcionamento. Dessa maneira, erros, desperdícios e prejuízos são potencialmente reduzidos com o tempo. É um diferencial e tanto para promover melhorias contínuas no fluxo de trabalho.

 

Como usar os quadros do canva?

 

O grande trunfo desse instrumento é que você pode planejar um quadro canvas personalizado. 

Ou seja: inteiramente de acordo com cada um dos seus objetivos, necessidades e as características da sua empresa. Para tanto, vamos começar explicando o que significa cada um dos elementos presentes no modelo de negócios canvas!

  • Proposta de valor

É a definição do produto e/ou serviço a ser avaliado. Nele, deve constar o impacto positivo gerado no seu público-alvo e a motivação deles para adquirir esse tipo de solução. Não é à toa que o quadro canvas é bastante usado no processo de criação de produtos.

  • Segmento de clientes

Ponto que define quem é o tipo de cliente atendido — conhecer esse perfil a fundo permite um alinhamento ainda maior para gerar valor ao consumidor.

  • Canais

É o meio (ou os meios) usados para alcançar, interagir e se relacionar com o seu público-alvo.

  • Relacionamento com clientes

São as estratégias definidas para manter e nutrir um bom relacionamento com os seus consumidores.

  • Fontes de renda

Envolve toda questão de elaboração do orçamento quanto à precificação das suas soluções.

  • Recursos-chave

Aprofundamento das receitas usadas para agregar a proposta de valor e, com isso, fazer o seu negócio fluir de maneira harmônica e blindada contra imprevistos.

  • Atividades-chave

Apontar quais serão os caminhos adotados para executar e concretizar a proposta de valor.

  • Parcerias-chave

Diagnosticar, no mercado, quem pode ser os principais fornecedores e parceiros que vão atuar próximo na realização da sua proposta de valor criada.

  • Estrutura de custos

Levantamento dos custos associados à sua proposta de valor.

Calma, que ainda estamos desenhando todo o quadro canvas para você entender como isso tudo pode ser aplicado na prática do seu dia a dia.

 

Como criar um quadro canvas?

Você vai perceber como o quadro canvas é intuitivo. A ideia é que você preencha os campos de acordo com os objetivos e discussões entre os colaboradores. Por exemplo: comece pela proposta de valor e, em seguida, avance para o quadrante da segmentação de clientes e assim, sucessivamente, de maneira lógica para que vocês passem por todos os pontos.

Não há uma fórmula exata de uso, portanto. E é isso que torna o quadro canvas tão interessante. Você pode encontrar o meio mais prático, conveniente e efetivo de acordo com os objetivos propostos e as necessidades presentes no processo de criação de produtos diversos.

Agora, para tornar a sua vida ainda mais prática, nesse sentido, temos um convite para você: Acesse a nossa loja e conheça a linha de quadro canvas da Isoflex! Assim, você terá menos trabalho para confeccionar o seu, podendo já colocar a mão na massa e extrair o melhor do uso do modelo de negócios canvas!