• Isoflex
  • Dicas
  • Indicadores de Desempenho: o que é e como usar?

Indicadores de Desempenho: o que é e como usar?

Empreender é um grande desafio. São diversos pontos de atenção que se deve ter para conseguir manter a empresa funcionando corretamente. Mas, como mapear e mensurar todos esses detalhes tão cruciais para a saúde do negócio? 

Simples, com indicadores de desempenho! Confira a seguir o que são eles e como aplicá-los na sua empresa.

 

 O que são indicadores de desempenho? 

Como o próprio nome sugere, indicadores de desempenho são dados que mostram como a organização está performando em determinado setor de sua empresa. Ou seja, são métricas que você pode utilizar para avaliar como sua empresa está caminhando. 

Não basta apenas ter saldo positivo no fim do mês, diversas outras ações também compõem um resultado satisfatório e, até mesmo, promissor.

Os indicadores de desempenho são responsáveis por trazerem possíveis pontos que precisam de melhorias, esforço ou atenção. Por isso, para além dos gestores, é importante também compartilhar com a equipe aqueles que fazem sentido. Principalmente tratando-se de dados que correspondem ao trabalho coletivo.

Ainda, você também pode encontrá-los com outra nomenclatura: KPI. Essa sigla é derivada da expressão em inglês Key Performance Indicator, que traduzindo nada mais é que Indicadores de Performance Chave. Resumidamente, os resultados fundamentais que a organização precisa alcançar para chegar em um objetivo maior.

Os objetivos são fundamentais para que tanto gestores quanto funcionários saibam quais ações traçar para alcançar aquilo que desejam. 

Esses objetivos podem ser o crescimento do lucro da empresa, aumento do quadro de funcionários, maior assertividade na produção, satisfação do cliente, dentre outros.

 


Quais são os KPI’s mais comuns?

Engana-se quem acha que somente grandes organizações devem possuir indicadores de desempenho. Ao começar um negócio, é fundamental que todos os empreendedores já desenvolvam o hábito de ter esse mapeamento de resultados. 

Além de conseguirem traçar uma meta de crescimento através dos KPI elencados, possuem também uma melhor visão do que não está dando certo e ir atrás de soluções assertivas para o problema. Veja a seguir quais são os mais comuns utilizados em empresas:

Satisfação do Cliente

Vamos começar por um daqueles que é praticamente crucial em todas as empresas: a satisfação do cliente. Ela é responsável por medir o quão satisfeito o cliente está com os serviços ou produtos oferecidos pelo negócio.

Esse indicador de desempenho é fundamental para planejar estratégias de fidelização e branding da marca. Afinal, se você mantém esse indicador positivo, as chances de realizar mais vendas através de indicações e autoridade no segmento aumentam consideravelmente, expandindo ainda mais sua carteira de clientes.

Você pode optar por sempre pedir feedbacks aos clientes, ter um formulário pré-feito para aplicar com o cliente após a venda ou aderir a NPS. 

Essa última opção citada trata-se do método Net Promoter Score, onde você questiona ao cliente qual é a possibilidade dele indicar sua empresa para outras pessoas em uma escala de 1 a 10. De 9 a 10, são a quantidade de promotores da sua marca, 7 e 8 neutros, e, de 1 a 6 são detratores.

Crescimento em vendas

Muito comum em setores de comércio, o crescimento em vendas é fundamental para saber se a empresa está conseguindo fazer a receita necessária para cobrir os custos e expandir sua atuação. 

É comum inclusive ver metas baseadas nesse indicador de modo que se estimule maior dedicação de equipes para alcançar o resultado esperado.

Esse indicador de desempenho deve ser aplicado quando a empresa está mais estruturada e tem uma base de receita mais estável. Afinal, é natural que no início ocorra algumas dificuldades até conseguir manter uma base de clientes mais sólida e fidelizada.

Qualidade de produção

Assim como indicador de satisfação do cliente, o de qualidade de produção se enquadra para qualquer negócio desde o seu nascimento. Não importa se você tem uma indústria com diversos funcionários ou trabalha em casa sozinho, ter esse KPI é fundamental para fazer sempre a melhor entrega ao cliente.

Esse KPI também auxilia a encontrar quais são as matérias primas necessárias e o tempo de esforço que deve ser investido para manter a qualidade do produto. E, é claro, encontrar possíveis soluções em oportunidades de melhoria.

Estratégia

Para quem busca crescimento e inovação, ter um indicador de estratégia é essencial. É por meio dele que você irá efetuar o mapeamento de ações e fazer o acompanhamento das mesmas para identificar possíveis oportunidades de atuação.

Para construir esse indicador é importante que ele esteja concentrado em uma pessoa responsável por tomar a frente e verificar seu andamento. Todavia, isso não quer dizer que ele deva ser feito individualmente, todos na organização podem contribuir na sua criação. 

Ainda, é interessante que o mesmo tenha datas de entregas estabelecidas para que não acabe perdendo relevância ao lado de outros indicadores. Ele também pode ser criado com base em oportunidades identificadas em outros KPI’s, como qualidade de produção e satisfação do cliente.

Turnover

Possui uma equipe? O quão engajada ela está com a empresa e com o trabalho que presta? O indicador turnover é responsável por ajudar a entender esses questionamentos. Ele fornece dados  de acordo com o tempo médio que os colaboradores permanecem na organização.

Há um cálculo base que pode ser feito. Efetue a soma de admissões e demissões de funcionários, e, posteriormente, divida o resultado por 2. Pegue o resultado dessa divisão e divida novamente pelo número de funcionários da empresa. Se esta taxa estiver alta, é muito provável que haja falhas nos processos de recrutamento, seleção e retenção de talentos.

 

Indicadores de desempenho e quadro de gestão à vista

Nós já falamos aqui sobre os quadros de gestão à vista. Ter indicadores que façam sentido que toda a equipe visualize é uma ótima oportunidade para colocar esses quadros em ação. Converse com os gestores e funcionários para escolher quais KPI’s devem estar presentes.

Caso você não possua um quadro de gestão à vista, acesse nosso site. A Isoflex possui diversos modelos disponíveis para te auxiliar na gestão de equipe e processos. E, caso precise de um quadro personalizado, entre em contato com a gente